Web Blog: Diario de Uma Adolescente – O Inicio

 Capitulo 1

Quarta-feira 6:00h a.m

Outra vez estou aqui deitada na minha cama pensando se devo levantar para ir pra aquele inferno que muitos insistem em chamar de escola ou me matar e acabar com o sofrimento e angustia, causados pela minha existência. Se você achou que eu não gosto da escola pelo mesmo motivo de todos, achou errado. Ser sobrinha do diretor, e ser considerada a “estranha” do colégio, não torna o convívio escolar muito bom, se é que você me entende.

“piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii”

É acho melhor eu levantar, e encarar aquele bando de animais idiotas que frequentam a minha escola. E que fique bem claro que estou indo contra a minha vontade…

[…]       7:00h a.m

– Ei garota, você não cansa de ser estranha não?

– Me erra garota!

– Calma Gabi, só quis te dar um toque. Essas roupas que você usa já estão mais do que ultrapassadas. – ela disse sínica.

– Pra você meu nome é Gabriela. E se minhas roupas estão ultrapassadas ou não, você não tem nada a ver com isso. –falei irritada.

– Catarina, vamos logo se não vamos nos atrasar pra aula, deixa ela em paz. – falou Guilherme. Menino mais bonito da escola e por consequência do destino namorado da Catarina.

Juro, não entendo como um menino bonito e simpático como o Guilherme poderia namorar a víbora da Catarina! – E não, eu não gosto dele -. Depois de começar o dia com o pé esquerdo, resolvi entrar para sala de aula.

Sentei no meu lugar, e tentei assistir a aula. Isso mesmo, você não leu errado tentei, como eu disse antes o pessoal daqui da escola são uns animais e levando em consideração que o professor de biologia não faz o gênero “respeitável”, ninguém presta atenção no que ele diz, uns por opção outros forçados. Também com tanto barulho quem que consegue ouvir o que ele diz? Impossível. Tenho dó dele, apesar de ser um tapado que não sabe impor respeito, ele parece ser simpático e boa pessoa.

Eu estava deitada sobre meus braços com o fone de ouvido, tentando dormir Que foi? Não tem ninguém prestando atenção no professor, não vou ficar aqui vendo sofrer, coitado. Pelo menos se eu dormir a aula passa mais rápido – quando derrepente um objeto não identificado atravessa a sala e vem parar na minha cabeça.

Vou matar o filho da puta que tacou isso na minha cabeça. Quem foi o idiota? – Falei irritada. Vocês já devem ter percebido que eu não faço o gênero simpatia e calma né?!

– Senhorita Duarte, por favor, tenha modos – disse Henrique, o tal professor de biologia mosca morta.

– Modos? Eu estava quieta no meu canto e esses imbecis tacaram essa bolinha de papel na minha cabeça. E o senhor ainda me pede calma? Talvez se você soubesse impor respeito a esses animais ao invés de ficar ai falando tão baixo que ninguém escuta e começasse a colocar ordem na sala na hora da sua aula isso não teria acontecido. – Falei irritada.

– Ui, a estranha ficou nervosinha. – disse Bruno, amigo tapado do Guilherme.

– Estranha é a sua vô, seu idiota.

– Chega. Os dois agora pra sala do diretor. – o professor falou muito nervoso, nunca tinha visto ele assim.

 […]

– Senhor Albuquerque e senhorita Duarte, o que aconteceu na aula do professor Henrique?

– Sabe diretor, sua sobrinha que é ai toda irritada e ficou xingando todo mundo na sala só porque sem querer um papel acertou a cabeça dela. Ai ela acha que fui eu e o professor mandou a gente pra cá. Mais queria deixar bem claro que eu sou inocente. – que garoto sínico, tinha que andar com a Catarina.

Para de ser mentiroso garoto. Não foi isso que aconteceu a sala estava uma bagunça, por que aquele professor e nada é a mesma coisa ninguém ali respeita ele, vocês estavam tacando bolinha de papel na sala inteira e uma me acertou. Fiquei brava mesmo.

Primeiramente senhor Albuquerque, aqui na escola eu não sou tio de ninguém eu sou o diretor. E em segundo por que ao invés de prestar atenção na aula você estava fazendo bagunça junto com os seus amigos?

– Vai acreditar nela? A logico, esqueci ela é sua sobrinha e eu não, ela tem privilégios.

– Cala a boca idiota, você tá mentindo. E eu não tenho privilegio nenhum aqui.

Os dois calados agora. – ele gritou, ficamos quietos na mesma hora– Isso mesmo, gosto do silencio e da ordem – disse retomando a calma -. Agora enquanto ao castigo dos dois… Vocês vão ter que fazer trabalho voluntario durante esse fim de semana. Vou verificar algumas instituições, e depois comunico aos pais de vocês em qual instituição vocês vão prestar o serviço voluntario.

– Trabalho voluntario? Vou fazer nada não – resmungou Bruno, quase num sussurro.

O que você disse senhor Duarte?

– Nada não diretor, nada não.

– Hum, pensei. Bom podem se retirar e se comportem.

Saímos da sala do diretor e voltamos para a sala de aula. Tínhamos perdido quase um período inteiro, estava quase na hora do intervalo. Entrei na sala peguei minhas coisas e fui para o pátio. Fiquei sozinha no meu canto lendo um pouco, adoro ler! Me desconecto instantaneamente da realidade e vou para um mundo paralelo só meu.

[…]

Anúncios
Publicado em Web Blog por Liz Santos. Marque Link Permanente.

Sobre Liz Santos

Liz Santos, 16 anos, libriana, nascida em campinas –sp . Apaixonada por laços, caveiras, fotografias, livros, moda, skate, livros, chocolates, balas e cupcake. Um projeto de escritora, amo escrever – mesmo que as vezes só saiam besteiras -, futura jornalista e com uma mania super incontrolável de hipérboles. ADORO desenhos animados - em especial Os Simpsons e Bob Esponja -. Louca pela Avril Lavigne e os meninos do ATL *u*. Meu livro preferido desde o mês passado é A Ultima Música. Ficar horas na internet é meu hobby - seguido logo depois de dormir e comer -. Gosto de músicas dançantes e coisas que me façam rir. Valorizo cada pequeno detalhe da vida. Adoro pandas - meu sonho é encontrar um panda anão pra trazer pra casa*u* - e series como Two and a Half Man e Gossip Girl. Criei o Sonhos de Uma Manhã, no dia 5 de setembro de 2012, como uma distração pra ocupar minhas horas vagas e para poder dividir minhas histórias, dicas e meu amor por moda e escrever . Eu sempre tive vontade de ter um blog, e de um tempo pra cá essa vontade aumentou, mas eu tinha medo de não dar certo e blábláblá. Ai, tomei vergonha na cara e criei coragem pra por esse sonho em prática. Adoro postar todos os dias aqui e tenho minhas leitoras como amigas, que me fazem um bem danado quando eu entro aqui todos os dias e vejo quanta gente, de tantos lugares diferentes até mesmo do mundo lêem diariamente o que eu escrevo. E sinceramente? Isso é muito gratificante. E se tem uma coisa que eu me arrependo até hoje é de não ter criado esse blog antes.

Deixe Seu Comentário Sobre o Post... (:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s