Web Blog: Diário de uma Adolescente – Parte 7

Antes de mais nada, eu gostaria de agradecer vocês que votaram na enquete ali do lado (não esqueçam de votar em galera) dizendo que queriam mais Web Blog, fiquei muito feliz sério! *u* Agora vamos ao que interessa né?! haha’

——————————————————————————————————————————————————————————————–

Capitulo 6

Minhas pernas estavam doendo de tanto que a gente andou. Já estávamos dentro do ônibus. Depois do episodio de mais cedo fiz de tudo pra evitar falar ou olhar para o Guilherme. Obvio que como nos estávamos como monitores da mesma equipe, tinha hora que era necessário falar com ele. Mais nada além de poucas palavras e respostas curtas.

Quando chegamos no orfanato eu me despedi das crianças e fui para casa. Cheguei joguei minhas coisas em qualquer canto do meu quarto e fui tomar um banho pra relaxar, depois do banho deitei na cama e apaguei. Acordei com a minha mãe batendo na porta do meu quarto.

– Pode entrar mãe. – falei me espreguiçando.

– Filha tem um menino lá embaixo querendo falar com você

– Comigo? – perguntei confusa

– É com você. Ele é alto, moreno, olhos azuis…

– Não quero ver ninguém – a interrompi na hora que percebi que ela estava descrevendo o Guilherme – Diz que eu morri, inventa alguma desculpa não quero ver ninguém! – falei muito brava e quase gritando.

– Tudo bem Gabi. – ela disse desconfiada.

 

Na hora que ela saiu do quarto eu comecei a chorar desesperadamente. Isso não devia ter acontecido como em tão pouco tempo minha vida pode ter mudado tanto? Não devia ter dado acesso a Gabi, não podia ter me aproximado tanto dele. Agora estou aqui chorando, porque fui beijada pelo menino que eu amo – surpresos? Ué, pensei que vocês já desconfiassem -. E o pior ele namora e foi um idiota comigo. Tenho certeza que esse beijo não significou pra ele o que significou pra mim. Foi coisa de momento.

Mais eu não ia deixar isso me abater. Levantei enxuguei minhas lagrimas, peguei meu livro e comecei a ler. A única coisa que eu queria era me desconectar desse mundo e ir para meu mundo paralelo. Meu mundo da leitura, viver outras épocas, aventuras, outras realidades. Gostava muito de livros de romances desses sem final feliz e histórias clichês, gostava dos com uma historia que você pare e pense “poxa, isso pode acontecer comigo”, livros que te acrescente algo, não que a transforme numa boba apaixonada, esperando seu príncipe num cavalo branco. Até por que isso só acontece em livros – livros idiotas no meu ponto de vista -.

POV Guilherme

Passei o restante dia pensando na burrada que eu fiz em ter beijado a Gabriela. Não que eu não tenha gostado, não me interpretem mal. Por que vocês fazem essa imagem de idiota insensível de mim? Não sou o vilão da historia. Voltando a Gabriela: A minha intenção era me desculpar pra gente voltar a sermos amigos. Mais ela estava tão linda, tão perfeita e angelical que eu não resisti. Preciso pensar em alguma coisa pra fazer ela me desculpar… Já sei o que vou fazer.

Tomei um banho, fui até a floricultura mais próxima comprei um buque de rosas vermelhas, escrevi um cartão e fui até a casa da Gabriela. Chegando lá a mãe dela foi quem me recebeu. Ela subiu para chamar a Gabriela e por enquanto isso fiquei esperando sentado no sofá da sala.

– Desculpa rapaz, mais a Gabriela está muito cansada e não quer receber ninguém. – a mãe dela disse descendo as escadas.

– Ah, tudo bem. – disse. Olhei para as flores e continuei – A senhora pode entregar isto a ela? – perguntei apontando para o buque de rosas.

– Claro, entrego sim. – ela disse simpática.

– Obrigado. Até senhora Duarte.

– Até querido. Volte outro dia, se preferir. – ela disse por enquanto que eu já me afastava da casa.

– Volto sim. – respondi do meio da rua.

POV Gabriela

Olhei pela janela e pude ver o Guilherme se afastando da minha casa.

– Ele deixou isso pra você. – minha mãe disse ao entrar no meu quarto. Quando me virei percebi que ela segurava um buque de rosas vermelhas nas mãos.

– Deixe-as ai. – respondi fitando a janela.

– Esse rapaz parece gostar mesmo de você Gabi. – ela disse ao sair do meu quarto.

– Feche a porta, por favor. – pedi

Ela saiu e fechou a porta. Ao ouvir o barulho da porta se fechando, me virei e caminhei até onde as rosas estavam. Peguei-as em meus braços e as cheirei, ao coloca-las de volta na mesinha percebi que tinha um cartão no meio das rosas. Abri o cartão que estava escrito um pequeno textinho:

“Gabi, me desculpa. Sei que nessas ultimas semanas fui um idiota com você, não devia ter agido daquele jeito. Te ignorado daquela forma, afinal te prometi que a gente seriamos amigos. Acho que depois de ter arrumado encrenca com a Catarina aquele dia, eu pensei que me afastar de você seria a melhor opção para evitar aborrecimentos – a Catarina não tem jeito sempre vai arrumar um motivo pra tentar me controlar. Mas isso não vem ao caso -. Pelo contrario só afastei de mim a amiga mais verdadeira que eu poderia ter encontrado. Você foi a única que não se aproximou de mim pelo fato de eu ser popular. Você foi sincera comigo e eu um canalha com você. Me desculpa Gabi, por favor. Quero pedir desculpas também por hoje, não deveria ter te beijado. Fui lá pra tentar me desculpar, mais não sei o que aconteceu comigo. Sei que você não gostou e que isso só atrapalhou mais as coisas entre a gente né?! Se depois você quiser conversar  comigo, você sabe aonde me achar.

 

Beijos, do sempre seu amigo Gui.”

 

Terminei de ler o cartão com lagrimas nos olhos. Coloquei o cartão junto com as flores e deitei na minha cama para dormir. Estava muito cansada para pensar se perdoaria o Guilherme ou não. Depois eu resolvo isso, mais que essas rosas e esse cartão contribuíram a favor dele, contribuíram.

——————————————————————————————————————————————————————————————–

Amouras, agora faltam apenas 2 capítulos para o fim da web, (todos dizem “aaaa” ) Portanto só vou postar web, quando ver que vocês estão gostando mesmo. E como eu vou saber? Ah, é só vocês comentarem bastante ou votarem na enquete ali do lado na opção “Mais Web Blog” ! Beijooos e até ((:

Anúncios
Esse post foi publicado em Web Blog e marcado , por Liz Santos. Guardar link permanente.

Sobre Liz Santos

Liz Santos, 16 anos, libriana, nascida em campinas –sp . Apaixonada por laços, caveiras, fotografias, livros, moda, skate, livros, chocolates, balas e cupcake. Um projeto de escritora, amo escrever – mesmo que as vezes só saiam besteiras -, futura jornalista e com uma mania super incontrolável de hipérboles. ADORO desenhos animados - em especial Os Simpsons e Bob Esponja -. Louca pela Avril Lavigne e os meninos do ATL *u*. Meu livro preferido desde o mês passado é A Ultima Música. Ficar horas na internet é meu hobby - seguido logo depois de dormir e comer -. Gosto de músicas dançantes e coisas que me façam rir. Valorizo cada pequeno detalhe da vida. Adoro pandas - meu sonho é encontrar um panda anão pra trazer pra casa*u* - e series como Two and a Half Man e Gossip Girl. Criei o Sonhos de Uma Manhã, no dia 5 de setembro de 2012, como uma distração pra ocupar minhas horas vagas e para poder dividir minhas histórias, dicas e meu amor por moda e escrever . Eu sempre tive vontade de ter um blog, e de um tempo pra cá essa vontade aumentou, mas eu tinha medo de não dar certo e blábláblá. Ai, tomei vergonha na cara e criei coragem pra por esse sonho em prática. Adoro postar todos os dias aqui e tenho minhas leitoras como amigas, que me fazem um bem danado quando eu entro aqui todos os dias e vejo quanta gente, de tantos lugares diferentes até mesmo do mundo lêem diariamente o que eu escrevo. E sinceramente? Isso é muito gratificante. E se tem uma coisa que eu me arrependo até hoje é de não ter criado esse blog antes.

Deixe Seu Comentário Sobre o Post... (:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s