Perfil – Liz Vilas Boas

IMG_20120829_183503

Liz Vilas Boas, 16 anos, libriana (apesar de não acreditar em astrologia), nascida em Campinas interior de São Paulo, Potterhead e meio-sangue. Apaixonada por laços, decoração, música, fotografias, livros, moda, skate, chocolates, balas de iogurte e cupcake. Um projeto de escritora, amo escrever – mesmo que as vezes só saiam besteiras -, tenho com uma mania super incontrolável de hipérboles. ADORO desenhos animados – em especial Os Simpsons, Padrinhos Mágicos e Bob Esponja -. Louca pela Avril Lavigne e os meninos do ATL…

Dedo podre para escolher namorados, e com uma queda (quase abismo) pelo John Mayer. Sou muito pé no chão, mais as vezes também sonho com meu “príncipe encantado”. Falo pelos cotovelos, sou muito carente de abraços e sou extremamente dependente dos meus amigos, pois não saberia viver sozinha. Gosto muito de ler, pelo fato de poder viver outras épocas, aventuras, outras realidades. Gosto muito de livros de romances desses sem final feliz e histórias clichês, gosto dos com uma historia que você pare e pense “poxa, isso pode acontecer comigo”, livros que te acrescente algo! Por isso meu livro preferido é A Ultima Música. Ficar horas na internet é meu hobby – seguido logo depois de dormir e comer -. Gosto de músicas dançantes e coisas que me façam rir. Valorizo cada pequeno detalhe da vida.  Gostaria de ser Veterinária, mas meu “estomago fraco” para ver sangue e meu “coração mole” me impedem. Adoro pandas e series como Two and a Half Man, Gossip Girl, Dr. House e CSI. Extremamente indecisa e confusa, mudo de opinião com muita facilidade. Procuro sempre seguir meus próprios conselhos, aprender com os meus erros e crescer com as dificuldades. Já tive problemas com alto estima por ser baixinha, mas hoje me aceito da forma que sou e isso me faz muito feliz.

Criei o Sonhos de Uma Manhã, no dia 5 de setembro de 2012,  como uma distração pra ocupar minhas horas vagas e para poder dividir  minhas histórias, pensamentos, meu amor por moda e escrever, e principalmente porque falar do que eu gosto me faz muito bem. Adoraria disser que o blog tem esse nome porque o criei numa manhã ensolarada com passarinhos cantando na minha janela e que por isso resolvi colocar esse nome, mas nem isso e nem nada muito extraordinário aconteceu… O blog tem esse nome por conta de uma simples teoria: Quando fui decidir um nome para colocar, era de manhã e como era um sonho que eu estava colocando em pratica, resolvi juntar esses dois pensamentos com a minha falta (ou não) de criatividade e ficou assim. Adoro todo o processo de criação dos posts, desde a hora que eu começo a pensar num tema até o processo de edição das fotografias e texto. Tenho minhas leitoras como amigas, que me fazem um bem danado quando eu entro aqui todos os dias e vejo quanta gente, de tantos lugares diferentes até mesmo do mundo leem diariamente o que eu escrevo. E sinceramente? Isso é muito gratificante. E se tem uma coisa que eu me arrependo até hoje é de não ter criado esse blog antes.

Anúncios